51 3502.6474

encontre o melhor investimentono litoral

NEWS

Hidratação na atividade física
Perda Hídrica x Efeitos Adversos Quando sentimos sede já é o início do comprometimento da termorregulação. Como sintoma observamos boca seca, hemoconcentração progressiva e redução do débito urinário (depois que o exercício se inicia o rim diminui a produção de urina para compensar as perdas hídricas através do suor), reduzindo de 20 a 30% na capacidade de trabalho físico. Ocorre dificuldade de concentração, dor de cabeça, impaciência, sonolência, comprometimento severo da regulação da temperatura, freqüência respiratória aumentada.

 SUGESTÃO:

  •  Pré-exercício
24h antes do exercício: ingerir volume generoso de líquidos 2 horas antes: 250-500mL de líquido Objetivo: garantir a adequada hidratação e permitir tempo sufIciente para excreção do excesso 15 minutos antes: ingerir de 125-250mL de líquido Objetivo: permitir a máxima absorção do líquido sem provocar vontade de urinar.
  • Durante o exercício
Durante: 600-1000mL/hora divididos em pequeno volumes e intervalos regulares: 150-250mL a cada 15-20 minutos. Objetivo: Minimizar os riscos de comprometimento da termorregulação e da performance. Por que é importante fracionar o volume de líquidos ingeridos durante o exercício? As perdas hídricas podem chegar a 2-3 litros/hora, mas apenas 20-30mL são absorvidos/minuto. Além disso, evita-se o retardo no esvaziamento gástrico, que poderia ocorrer mediante o consumo de grandes volumes de líquidos de uma só vez.
  •  Pós-exercício
Pós Treino: Aproximadamente 400ml para cada 0,5kg perdido durante o exercício   Nutricionista Dieimy Stori    crn 9135 Coach de Emagrecimento    /   Especialista em docência do ensino superior

Dietas da moda e suas consequências
Em geral essas dietas funcionam, mas são perigosas, pois limitam ingestão de nutrientes essenciais, causando prejuízos ao funcionamento do organismo, são traumas que ficam na memória do corpo. Essas dietas não são eficazes em médio e longo prazo e causam efeito sanfona Dieta da proteína: Exclui o consumo de carboidrato e aumenta o consumo de proteína. Para que o organismo utilize a gordura e não a glicose como fonte de energia. Com a falta de carboidrato, que exerce função essencial no organismo, ocorre falta de disposição, irritação, mau humor, dor de cabeça tontura, aumento do ácido úrico. Dieta da sopa: A pessoa deve consumir sopa o dia inteiro, com variedade de verduras e legumes, é pobre em proteína, que é um alimento construtor, pode causar flacidez, perda grande de líquidos e pouco de gordura. A pessoa enjoa fácil e volta aos seus hábitos antigos, diminui o metabolismo, causa anemia severa. Dieta da lua: Após a virada da lua é indicado só o consumo de líquidos, a dieta tem baixo valor nutritivo, a pessoa sente fome, grande perda de líquidos e desidratação (diminui o metabolismo) o jejum torna o metabolismo desacelerado, a restrição calórica torna mais difícil perder peso. Dieta desintoxicante: Chás, laxantes, água morna em jejum, sucos, frutas ácidas, causando desidratação, problemas nos rins, fraqueza muscular, comprometimento da flora intestinal. Jejum intermitente: todos os benefícios propostos são alcançados com uma dieta de baixo índice glicêmico.   Nutricionista Dieimy Stori         crn 9135 Coach de Emagrecimento     /      Especialista em docência do ensino superior

A Noite no Litoral
Como um bom frequentador da vida noturna, vi em 2010 a necessidade de um produto de melhor qualidade na noite litorânea, com a ajuda de outros empresários, conseguimos mudar o entretenimento na praia durante a baixa temporada, conseguindo agregar ao público, um serviço de qualidade, com atrações nacionais e internacionais unidos a um preço justo e acessível a economia local. O mercado AA do litoral - com uma crescente participação de clientes exigentes e consequentemente de maior investimento, consegui transformar a label Enjoy em uma expoente dentro do mercado noturno de Atlântida e Xangri-lá, com portas abertas a ser recebida em casas de bandeiras internacionais como; SET, Privilège, Café de lá musique, adquirindo assim a confiança de grupos que exigem uma operação de qualidade, sendo  oferecido o  mesmo serviço de verão porém em uma estação relativamente mais devagar ao litoral, por isso nosso slogan  "Transformando seu inverno  em verão". Litoral norte se viu precário em festas de 2005 a 2010, hoje não seria exagero dizer que trouxemos uma nova roupagem a vida noturna no inverno, fazendo com que outros empresários se atualizassem, atualmente você consegue ir a uma festa, evento ou pub de qualidade igual ou superior a capital em qualquer ponto do litoral norte, mas Atlântida continua sendo a capital das festas, é aqui onde tudo acontece!   Jonas Lessa

Alimentação no pré e pós treino de musculação
Alimentação no pré e pós treino de musculação Com muito carinho que começo o dia escrevendo sobre esse assunto líder em procura no consultório, e é claro que a resposta não é exata. O que comer antes do treino de musculação? Considero importante avaliar o que a pessoa tem acesso naquele momento do dia, pois cada um treina em um horário e com rotina diferenciada, algo que impossibilita a generalização de alimentos pré treino, mas em tese o individuo deve preferir alimentos de baixo índice glicêmico, de lenta absorção de glicose ou seja, alimentos que não provoquem hipoglicemia, reduzindo assim o rendimento durante o treino, alimentos que mantenham a glicose em níveis estáveis e que gerem energia, uma dica são os alimentos integrais. Após trinta minutos de treino é interessante que se o objetivo é a hipertrofia o individuo procure ingerir um carboidrato de rápida absorção para que haja também a manutenção da massa muscular. No pós treino, e há mais de dez anos esse assunto é destaque, tanto que a cada lançamento de um novo suplemento a quantidade de proteína aumenta indo de 18 a 50 gramas por dose, e que para tal definição muitos fatores devem ser analisados na escolha de um suplemento proteico, como por exemplo a quantidade de leucina, principalmente em casos dessa proteína ser de origem vegetal, e indivíduos com maior volume muscular podem se beneficiar de um aporte proteico maior, o qual deve ser fracionado e não ingerido num só momento. Caso a opção de alimentos e não suplemento proteico no pós treino de musculação, não deixe de ingerir carboidrato também, pois este é necessário para manutenção da massa muscular logo no pós treino!!! No momento de logo pós treino a opção também é de um carboidrato de rápida absorção, seja por suplementação ou alimentos in natura, abuse das frutas! Alimentos precursores de oxido nítrico são bem vindos no pré treino, como por exemplo um suco de beterraba ou espinafre com laranja ou maçã!!! A maca peruana, um tubérculo da região dos andes também pode ajudar na disposição e proporcionar melhores resultados, e esta pode ser inserida no suco!! Procure ajustar sua alimentação durante o dia, que seja saudável e que corresponda ao seu nível de treino. E os pre treinos industrializados? O individuo deve conferir com um profissional se tem indicação para o produto, pois muitas vezes pessoas que levam o treino a serio e fazem refeições saudáveis, fracionadas e em quantidades corretas apresentam melhores resultados que indivíduos que investem em suplementos mas não observam os itens de treino e alimentação! Nutricionista Dieimy Stori              crn 9135 Coach de Emagrecimento    /     Especialista em docência do ensino superior

Desenvolvimento ALT Code